Cannabis Medicinal

Óleo de THC: propriedades terapêuticas, formas de extração e utilização medicinal

COMECE SEU TRATAMENTO AGORA

O Tetrahidrocanabinol (THC) é um dos diversos componentes químicos encontrados na cannabis.

Trata-se de um dos mais de 100 fitocanabinóides identificados pela ciência e presentes na planta.

O THC e o CBD são os dois fitocanabinóides com propriedades terapêuticas predominantes e também os mais estudados e pesquisados.

O THC foi isolado pela primeira vez no ano de 1964 por Raphael Mechoulam, Yechiel Gaoni e Habib Edery no Instituto Weizmann em Israel.

A principal característica destes compostos é que eles agem diretamente nos chamados receptores canabinóides (CB1 e CB2).

Os efeitos terapêuticos do THC ocorrem em virtude, principalmente, da sua ligação ao receptor canabinóide CB1, presente em áreas do cérebro. 

Estes receptores têm importância em diversos processos fisiológicos, tais como a regulação do metabolismo.

Assim, eles levam à interação dos fitocanabinóides com o metabolismo celular, por meio do Sistema Endocanabinóide.

As propriedades terapêuticas vêm justamente da interação do THC com o Sistema Endocanabinóide, atuando na regulação e no equilíbrio de uma série de processos fisiológicos do nosso corpo, isto é, na homeostase.

FORMAS DE EXTRAÇÃO

A tecnologia para extração de concentrados de cannabis que são utilizados em virtude de suas propriedades terapêuticas vem se tornando cada vez mais sofisticada.

Logo, esta pode ser feita através de métodos mais simples ou através de modernos equipamentos.

A extração pode ser feita sem a utilização de solventes. Neste caso, nenhuma substância química é utilizada no processo, sendo realizada através de água ou calor e pressão.

Por sua vez, na extração feita com solventes há a utilização de alguma substância química. As formas mais utilizadas são as que fazem uso de óleo vegetal, álcool, CO2 ou butano.

Tanto na forma de extração sem solvente, quanto na forma com solventes, o produto resultante é misturado a algum tipo de óleo vegetal para ser utilizado medicinalmente. 

PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS E UTILIZAÇÃO MEDICINAL

O THC foi por muito tempo demonizado em virtude de sua propriedade psicoativa e da sua ligação ao uso recreativo da cannabis.

Acontece que este fitocanabinóide possui diversas propriedades terapêuticas e, quando utilizado nas dosagens corretas, separado ou conjuntamente com o CBD, pode ser muito útil para a utilização medicinal sem causar o indesejável efeito “ficar chapado”.

Separamos alguns estudos científicos que comprovam essas propriedades e possibilidades de utilização.

O primeiro deles faz referência a propriedade antiemética dos fitocanabinóides.

Este ensaio foi publicado recentemente pela PubMed, denominado “THC oral: extrato de cannabis CBD para náuseas e vômitos induzidos por quimioterapia refratária: um ensaio cruzado de fase II randomizado, controlado por placebo”.

O estudo multicêntrico, randomizado, duplo-cego, controlado por placebo e fase II teve como objetivo avaliar a utilização de THC e CBD para a prevenção de náuseas e vômitos induzidos por quimioterapia refratária.

Em virtude dos resultados promissores, o estudo passará para a fase III. Vejamos:

Conclusão: A adição de THC: CBD oral aos antieméticos padrão foi associada a menos náuseas e vômitos, mas a efeitos colaterais adicionais. A maioria dos participantes preferiu THC: CBD ao placebo. Com base nesses resultados promissores, planejamos recrutar 170 participantes adicionais para completar o acúmulo para a análise de grupo paralela definitiva de fase III.

Este estudo foi publicado recentemente pela PubMed, denominado “Segurança e eficácia de óleos de cannabis medicinais de baixa dosagem na esclerose múltipla”, teve por objetivo demonstrar a eficiência da cannabis como terapia medicamentosa para tratar a dor crônica e espasticidade em pacientes com esclerose múltipla.

Conclusão: O tratamento com óleos de cannabis medicinal foi seguro e bem tolerado, e resultou em uma redução na intensidade da dor, espasticidade e distúrbios do sono em pacientes com esclerose múltipla. Isso sugere que os óleos de cannabis medicinal podem ser usados ​​com segurança, especialmente em doses relativamente baixas e com titulação lenta, como uma alternativa para tratar os sintomas relacionados à esclerose múltipla quando a terapia convencional é inadequada”.

Este estudo publicado recentemente pela PubMed, denominado “Papel dos componentes da maconha na capacidade regenerativa das células-tronco”, demonstrou a característica regenerativa dos fitocanabinóides.

“SIGNIFICADO DO ESTUDO: Nosso estudo demonstra que os canabinoides podem aumentar a capacidade regenerativa de duas fontes principais de células-tronco, derivadas da medula adiposa e da medula óssea, de doadores humanos e suínos. O isolamento e a expansão das células-tronco são invasivos, caros e demorados. As células-tronco com propriedades regenerativas melhoradas podem ser eficazes no tratamento de feridas agudas ou crônicas. Este é o primeiro estudo a comparar o potencial de priming de duas fontes de células-tronco do mesmo animal, com o mesmo perfil genético e epigenético, bem como o primeiro a fazer o priming com THC”.

Pesquisas e estudos científicos estão sendo realizados pelos principais centros científicos espalhados pelo mundo.

A equipe Remederi está atenta às novidades e manterá esta página virtual atualizada com as principais notícias envolvendo toda a produção científica relativa à cannabis, seus componentes e promissores resultados.

Informamos que outros textos contendo pesquisas científicas para a utilização da cannabis com fins medicinais foram publicados em nosso blog.

Para encontrá-los basta fazer uma pesquisa digitando o nome da patologia que se procura por informações.

COMECE SEU TRATAMENTO AGORA
blank

Autor

ReMederi

A Remederi é uma empresa brasileira de saúde, com a missão de promover qualidade de vida por meio do acesso a produtos, serviços e educação sobre Cannabis medicinal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress
remederi, anvisa

A REMEDERI preza pela saúde dos seus pacientes. Ancorados na transparência e lisura, estamos evoluindo para atender todas as regras sanitárias brasileiras da ANVISA e nos adequando à Portaria 344/1998 do MS e da RDC 96/2008, RDC 327/2019 e 660/2022.