Saude

O que pode substituir o alprazolam de forma natural?

COMECE SEU TRATAMENTO AGORA

Se você não sabe o que pode substituir o alprazolam, não se sinta sozinho.

É comum que pacientes submetidos a tratamento para ansiedade tenham essa dúvida. 

Isso porque, como todo tranquilizante, seu uso deve ser acompanhado de perto por um especialista, tendo em conta os potenciais efeitos adversos.

O principal deles é o de desenvolver dependência química, que é quando o paciente não consegue mais viver bem sem o uso da substância.

Se isso acontece, ele estará apenas trocando uma enfermidade por outra.

É por razões como essa que as alternativas naturais para combater a ansiedade vêm ganhando força entre os médicos.

Além dos baixos impactos e risco reduzido para a saúde, o tratamento pode sair mais barato do que com os fármacos convencionais.

Neste texto, entenda o que pode substituir o alprazolam e saiba como aderir a esse tipo de solução para tratamento dos distúrbios de ansiedade.

O que pode substituir o alprazolam?

O alprazolam é um dos mais eficazes benzodiazepínicos usados para o controle do transtorno da ansiedade, ajudando inclusive a controlar crises de pânico.

Sua ação direta no Sistema Nervoso Central (SNC) faz desse medicamento um potente ansiolítico, em razão das suas propriedades sedativas, anticonvulsivantes e amnésicas.

Em geral, ele é indicado para tratar da ansiedade e seus transtornos, sendo também prescrito para aliviar as crises de abstinência alcoólica.

Por essa razão, seu uso deve ser estritamente controlado, devendo ser descontinuado em um prazo máximo de três meses, sob risco de desenvolver dependência.

É por isso que muitas pessoas têm dúvidas sobre o que pode substituir o alprazolam.

E há ainda os riscos para aquelas que apresentem certas condições, como as gestantes e pessoas com doenças renais, hepáticas e pulmonares.

Além disso, o alprazolam também é contraindicado para quem sofre de glaucoma e menores de 18 anos.

Com todas as contraindicações, medicamentos de efeito similar podem ser indicados como substitutos.

Esse é o caso do lorazepam, por exemplo, que é considerado mais seguro para os que sofrem de problemas renais.

Há ainda o clonazepam, mais difundido no Brasil e cuja diferença para o alprazolam é o maior tempo que leva para fazer efeito.

Lista de medicamentos similares ao alprazolam

A lista de fármacos similares ao alprazolam é extensa.

Confira abaixo alguns deles:

  • Adinazolam
  • Alprazolam
  • Bentazepam
  • Bretazenil
  • Bromazepam
  • Bromazolam
  • Brotizolam
  • Camazepam
  • Cinazepam
  • Cinolazepam
  • Clobazam
  • Clonazepam
  • Clonazolam
  • Clorazepato
  • Clorodiazepóxido
  • Clotiazepam
  • Cloxazolam
  • Delorazepam
  • Descloroetizolam
  • Diazepam
  • Diclazepam
  • Estazolam
  • Etizolam
  • Fenazepam
  • Flualprazolam
  • Flubromazepam
  • Flubromazolam
  • Fluclotizolam
  • Flunitrazepam
  • Flunitrazolam
  • Flurazepam
  • Flutazolam
  • Flutoprazepam
  • Halazepam
  • Ketazolam
  • Loflazepato de etilo
  • Loprazolam
  • Lorazepam
  • Lormetazepam
  • Meclonazepam
  • Medazepam
  • Metizolam
  • Mexazolam
  • Midazolam
  • Nifoxipam
  • Nimetazepam
  • Nitrazepam
  • Nitrazolam
  • Nordazepam
  • Norflurazepam
  • Oxazepam
  • Pinazepam
  • Pirazolam
  • Prazepam
  • Premazepam
  • Quazepam
  • Rilmazafona
  • Temazepam
  • Tetrazepam
  • Triazolam.

A maioria deles age como ansiolítico, no entanto, existem os que são mais indicados como relaxante muscular, como o tetrazepam, e os hipnóticos, como o norflurazepam.

Evidentemente, todos eles só podem ser prescritos por um médico, já que também oferecem risco de dependência química.

Então, essa é uma lista sobre o que pode substituir o alprazolam, mas não a use como solução para se automedicar.

Qual remédio natural pode substituir o alprazolam?

Considerando que todos os equivalentes ao alprazolam podem provocar efeitos adversos graves, as alternativas naturais são cada vez mais procuradas.

Além do risco reduzido de apresentar efeitos colaterais, elas não provocam dependência química, sendo de fácil desmame.

Para a ansiedade, o canabidiol (CBD) vem ganhando cada vez mais projeção, em virtude dos efeitos positivos, tanto em pacientes reais quanto em testes controlados.

É verdade que ainda faltam estudos conclusivos sobre sua eficácia e forma de usar no tratamento do transtorno de ansiedade, o que não invalida o que já é conhecido.

Um estudo liderado pela Escola de Medicina de Nova York (em inglês), por exemplo, revela importantes evidências pré-clínicas que apoiam o CBD como tratamento para transtorno de ansiedade generalizada.

O mesmo estudo indica o canabidiol para tratar do transtorno de pânico, transtorno de ansiedade social, transtorno obsessivo-compulsivo e transtorno de estresse pós-traumático.

Confira a linha de produtos de cannabis medicinal Reuni

O que é canabidiol (CBD)?

Mais conhecido pelo acrônimo CBD, o canabidiol é um dos fitocanabinoides encontrados nas plantas do gênero Cannabis, especialmente da subespécie sativa.

Aliás, só na Cannabis sativa podem ser encontrados cerca de 400 canabinoides diferentes, entre os quais estão o CBD e o tetrahidrocanabinol (THC).

Ambos exercem seus efeitos no organismo graças às interações com o sistema endocanabinoide (SE), ao qual se ligam por meio de certos receptores.

Da mesma forma, ambos têm propriedades terapêuticas, embora em menor proporção no caso do THC.

CBD é seguro e eficaz?

O canabidiol é um canabinoide seguro e que não gera os efeitos psicoativos associados ao uso recreativo da Cannabis.

Estamos falando de um medicamento e da administração indicada por um médico.

Além disso, as pesquisas e casos reais de pessoas que têm se beneficiado do CBD também apontam para o seu perfil seguro.

A própria Organização Mundial da Saúde (OMS) indica isso, em um artigo no qual declara que:

“(…) o Comitê de Especialistas da OMS sobre Dependência de Drogas (ECDD) concluiu que, em seu estado puro, o canabidiol não parece ter potencial de abuso ou causar danos. Como tal, como o CBD é atualmente apenas como componente de extratos de Cannabis”.

Isso é confirmado por estudos direcionados, como o que foi conduzido pelos pesquisadores norte-americanos Jamie Corroon e Joy A. Phillips, no qual o CBD se mostrou eficaz principalmente para tratar da ansiedade e da depressão

Existem muitos outros estudos que apontam para a segurança do canabidiol, e tudo leva a crer que essa é de fato um opção mais segura do que os benzodiazepínicos.

Como comprar canabidiol?

A compra do CBD, no Brasil, pode ser feita seguindo três etapas.

Confira a seguir quais são elas.

1. Consulta e prescrição médicas

O primeiro passo é se consultar com um médico e obter a prescrição.

Todo médico é habilitado a prescrever Cannabis medicinal, caso deseje.

Para facilitar seu acesso ao tratamento com CBD, a Remederi disponibiliza uma área em seu site para conectar pacientes a médicos.

2. Autorização da Anvisa

Com a prescrição em mãos, o próximo passo é solicitar a autorização da Anvisa.

O processo é relativamente simples, podendo ser realizado online.

Mas a Remederi é sua parceira também nessa etapa, podendo cumprir as etapas solicitadas para você.

3. Compra e entrega

Com a documentação em mãos, você poderá comprar produtos de qualidade certificada e receber em sua casa.

Conclusão

A partir do que vimos, o que pode substituir o alprazolam com segurança, se não uma substância que vem sendo usada desde a idade antiga para tratar doenças?

Hoje, as pesquisas deixam claro que o CBD já é uma realidade, levada cada vez mais a sério por médicos, pacientes e especialistas.

Para concluir, fica a indicação da nossa área de pacientes, na qual você pode encontrar um médico prescritor.

Vença a ansiedade com um tratamento à base de CBD!

 

COMECE SEU TRATAMENTO AGORA
blank

Autor

ReMederi

A Remederi é uma empresa brasileira de saúde, com a missão de promover qualidade de vida por meio do acesso a produtos, serviços e educação sobre Cannabis medicinal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress
remederi, anvisa

A REMEDERI preza pela saúde dos seus pacientes. Ancorados na transparência e lisura, estamos evoluindo para atender todas as regras sanitárias brasileiras da ANVISA e nos adequando à Portaria 344/1998 do MS e da RDC 96/2008, RDC 327/2019 e 660/2022.