Saude

Cannabis para tratamentos odontológicos

COMECE SEU TRATAMENTO AGORA

Pesquisas científicas, estudos e experiência clínica comprovam que a cannabis possui propriedades antiinflamatória, analgésica, relaxante, ansiolítica, antimicrobiana, dentre outras aplicações possíveis e benéficas.

Como resultado, o seu uso por médicos de diversas especialidades para numerosas situações clínicas vem crescendo a cada ano que passa. 

Pelos mesmos motivos, a cannabis também possui enorme potencial terapêutico para ser utilizada na odontologia.

Consequentemente, dentistas e cirurgiões odontológicos estão se especializando na utilização da cannabis para o tratamento de diversas situações clínicas.

Vejamos algumas situações em que a cannabis vem sendo utilizada com sucesso em âmbito odontológico.

Cannabis no tratamento da dor orofacial

A utilização da cannabis na odontologia vem crescendo principalmente porque tem apresentado importantes resultados nos tratamentos que envolvem o desequilíbrio na relação entre os dentes, músculos e articulações ósseas da face. 

A denominação “dor orofacial” é utilizada como termo que engloba condições dolorosas provenientes deste desequilíbrio.

Dentre as patologias conhecidas como resultado deste desequilíbrio temos as denominadas “Disfunções da ATM’’ (DTMs), Bruxismos, SAB (Síndrome da Ardência Bucal), Nevralgia de Trigêmeo, dentre outras. 

Logo, as DTMs são definidas como condições dolorosas e ou disfuncionais que englobam os músculos da mastigação e as articulações temporomandibulares.

Como consequência, os pacientes convivem com adversidades que dificultam seu cotidiano uma vez que sentem dificuldade para falar, mastigar e dormir.

Estas situações geralmente acabam dando causa à ansiedade e depressão. Além disso, as pessoas passam a ter insônia devido à dor e à tensão muscular.

Neste contexto a cannabis vem sendo utilizada com sucesso em virtude de seu efeito analgésico, antiinflamatório, relaxante e ansiolítico.

Em outras palavras, a cannabis ativa os receptores endocanabinoides no cérebro e nos tecidos musculares para aliviar as dores que estes distúrbios causam e para reduzir a ansiedade e a depressão que muitos dos seus portadores desenvolvem.

Vejamos importante estudo científico que foi recentemente publicado e que demonstra como a cannabis tem sido utilizada para o tratamento de situações clínicas odontológicas.

Estudo científico demonstra as diversas aplicações da cannabis na odontologia

O estudo científico denominado “A aplicação atual e potencial de produtos de cannabis medicinal em odontologia” abordou diversos aspectos da utilização da cannabis em âmbito odontológico.

Dentre as informações trazidas, destacamos:

A distribuição de receptores canabinoides (CB) na boca sugere que o sistema endocanabinoide pode ser um alvo para o tratamento de doenças bucais e dentais. Mais recentemente, o interesse tem sido direcionado ao uso de Canabidiol (CBD), um dos vários metabólitos secundários produzidos por C. sativa L. CBD é um conhecido agente antiinflamatório, analgésico, ansiolítico, antimicrobiano e anticâncer, e como resultado, pode ter potencial terapêutico contra doenças como a síndrome da boca ardente, ansiedade odontológica, gengivite e possível câncer oral”.

“Atualmente, existe uma ampla gama de produtos orais à base de canabinoides no mercado, e os estudos em andamento com produtos farmacêuticos à base de canabinoides em geral são cada vez mais positivos e baseados em evidências […] Os produtos acima mencionados são usados ​​principalmente como analgésicos para fornecer alívio da dor de dente e gengiva, e como agentes antimicrobianos e anti-sépticos para manter a higiene oral e agentes antiinflamatórios para controlar a inflamação das gengivas”.

Concluindo, o estudo ainda apontou especificamente situações em que a cannabis pode ser utilizada, quais sejam: 

“Por essas razões, os canabinoides podem ter aplicabilidade significativa em odontologia para o tratamento de (1) dores de dente, (2) infecções bacterianas que causam periodontite, gengivite, doença periodontal, cárie dentária, infecções e abscessos das glândulas salivares, (3) doenças orais baseadas em inflamação (4) câncer de glândula oral e salivar (5) Síndrome de Burning Mouth, (6) ansiedade dentária, e (7) para manutenção geral da higiene oral”. 

Conclusão

Apesar do enorme potencial, ainda temos poucas prescrições na área da odontologia no país. 

O número de profissionais interessados em conhecer melhor as utilizações da cannabis está aumentando e ações para a conscientização e educação se fazem necessárias para expandir este universo.

 A Remederi tem contribuído com a realização de cursos voltados para médicos e dentistas, além de fornecer suporte para estes profissionais da saúde.

Precisa de ajuda para encontrar um médico ou dentista com experiência clínica em Cannabis medicinal? Fale conosco, nós podemos te ajudar!

suporte@remederi.com

COMECE SEU TRATAMENTO AGORA
blank

Autor

ReMederi

A Remederi é uma empresa brasileira de saúde, com a missão de promover qualidade de vida por meio do acesso a produtos, serviços e educação sobre Cannabis medicinal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress
remederi, anvisa

A REMEDERI preza pela saúde dos seus pacientes. Ancorados na transparência e lisura, estamos evoluindo para atender todas as regras sanitárias brasileiras da ANVISA e nos adequando à Portaria 344/1998 do MS e da RDC 96/2008, RDC 327/2019 e 660/2022.