Cannabis Medicinal

Conheça mais sobre o Cannabigerol – CBG

COMECE SEU TRATAMENTO AGORA

O CBG é um fitocanabinóide menos conhecido, pesquisado e estudado que o Canabidiol (CBD) e o Tetrahidrocanabinol (THC).

Relativamente novo no mercado, está sendo apontado como ainda mais eficaz do que o CBD para o tratamento da ansiedade e da dor crônica. Porém, as pesquisas ainda estão em um estágio inicial e, na sua maioria, baseadas apenas em modelos animais.

Quimicamente, o CBG tem relação com a produção de CBD e THC. Isso acontece porque a maioria das espécies de cannabis normalmente convertem o CBG em THC e CBD antes das plantas florescerem. 

Em declaração publicada pela Elemental Medium, o renomado pesquisador Dr. Ethan Russo, diretor de pesquisa e desenvolvimento do International Cannabis and Cannabinoids Institute explica:

 “As plantas de cannabis produzem CBG, mas geralmente a planta não pára por aí. O CBG é apenas um breve caminho para a produção de outros canabinóides, como THC e CBD”. 

Pesquisadores acreditam que esta substância pode se tornar uma opção de tratamento viável para pessoas com ansiedade e dor crônica – talvez com desempenho melhor do que THC e CBD.

Ethan Russo informa que estudos iniciais destacaram os fortes efeitos anti-ansiedade do CBG, sem serem sedativos e sem potencial para dependência. Vejamos:

“O CBG se liga aos receptores canabinóides, mas com uma afinidade muito menor que o THC, para que uma pessoa possa consumir uma grande quantidade e não ficar intoxicada.”

“Mas exibe um efeito anti-ansiedade muito forte e também tem efeitos relaxantes musculares, talvez até mais que o THC. Os cientistas acreditam que o CBG se liga a certos receptores endocanabinóides no cérebro que atenuam a ansiedade e a dor”.

Em um estudo publicado pelo Journal of Ocular Pharmacology and Therapeutics pesquisadores descobriram que o CBG beneficiou muito os gatos com glaucoma, reduzindo a pressão ocular.

Neste outro estudo intitulado “Quinona de cannabigerol alivia a neuroinflamação em um modelo crônico de esclerose múltipla” e publicado pela ResearchGate, restou identificando, em testes realizados com camundongos, que o CBG possui um potente efeito anti-inflamatório.

Por sua vez, neste estudo intitulado “Beneficial effect of the non-psychotropic plant cannabinoid cannabigerol on experimental inflammatory bowel disease” também se descobriu que o CBG era eficaz no tratamento de doenças inflamatórias intestinais.

Por fim, este estudo constatou que o CBG tinha um efeito analgésico em certos receptores, levando à redução da ansiedade.

Levando em consideração que geralmente as plantas convertem o CBG em THC e CBD antes de florescerem, produtores e cientistas começaram a se perguntar se não seria interessante interromper o seu desenvolvimento cedo para preservar uma alta porcentagem deste fitocanabinóide. 

David Heldreth, diretor da True Terpenes e CEO da Panacea Plant Sciences informa que estão trabalhando para desenvolver plantas de cannabis que interromperão seu desenvolvimento na fase rica de CBG. Se esse processo funcionar, as plantas poderão produzir até 100% deste fitocanabinóide. 

Por sua vez, a Precision Plant Molecules lançou seu produto isolado de CBG com mais de 98% de pureza. Em texto publicado no seu site, esclarecem que são diversas aplicações e apontam estudos científicos correspondentes. Vejamos:

“Canabinóides menores, como o CBG, atuam no sistema endocanabinóide da pele e têm potencial terapêutico em conexão com dermatite atópica, psoríase, esclerodermia, acne, distúrbios de crescimento e pigmentação do cabelo, doenças de queratina, vários tumores e coceira. (Hyperlink 3 e 4) É por isso que o CBG ganhou a atenção das indústrias de cosméticos e de cuidados com a pele pelas qualidades preventivas ou restauradoras do canabinóide, que são antienvelhecimento e promovem uma pele saudável. O tratamento de doenças inflamatórias da pele, queimaduras solares e feridas leves também está sendo estudado. Em vários estudos, descobriu-se que o CBG oferece propriedades antimicrobianas contra cepas de Staphylococcus aureus resistentes à meticilina (MRSA) (Hyperlink 5) e potencial valor terapêutico para psoríase (Hyperlink 6) e acne (Hyperlink 7).

Canabinóides menores, como CBG, podem ser eficazes para dores de músculos e articulações, neuropatia, bursite e tendinite.

De notar, também foi relatado que o CBG promove apoptose (morte celular) e reduz o crescimento de células cancerígenas do cólon e, portanto, pode ser considerado para possível prevenção e cura do câncer de cólon. (Hiperlink 8)”

Referências:

Hiperlink 3: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6429381/

Hiperlink 4: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30845666

Hiperlink 5: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/18681481

Hiperlink 6: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/17157480

Hiperlink 7: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/27094344

Hyperlink 8: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25269802/

COMECE SEU TRATAMENTO AGORA
blank

Autor

ReMederi

A Remederi é uma empresa brasileira de saúde, com a missão de promover qualidade de vida por meio do acesso a produtos, serviços e educação sobre Cannabis medicinal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress
remederi, anvisa

A REMEDERI preza pela saúde dos seus pacientes. Ancorados na transparência e lisura, estamos evoluindo para atender todas as regras sanitárias brasileiras da ANVISA e nos adequando à Portaria 344/1998 do MS e da RDC 96/2008, RDC 327/2019 e 660/2022.